À caminho da escola

by 20:36 0 comentários
Todos os dias
À caminho da escola,
No auge de minha mocidade,
Eu indagava
Sobre aquela casinha verde bonita
Velha,embora conservada,
Quem será que nela morava?
Seria uma família feliz?
Seria alguém triste,sozinho,
Que cuidava de corpo e alma do seu ninho?
E quanto à rua do mirante,
Que dava para o belo mar?
E quanto à moça da rosa,
Que em uma parede solitária vivia?
Não tinha ninguém,não tinha prosa.
Sempre perguntei a mim mesma sobre os porquês da moça,
Por que ela segurava aquela rosa?
Por que,apesar de bela,a jovem vivia sozinha?
Por que alguém não teve coração e a isolou na parede branca?
Por que ela era tão serena?
Nunca obtive tais respostas,
Só sei que aquela cena ficou gravada em minha mente...
Ficarei para sempre com a lembrança da casinha charmosa,
Do mirante e da moça ,pequena,contente.

Natália Monte

Developer

A paixão pela escrita sempre foi característica de Natália Monte: alagoana de gênio forte, começou a escrever quando criança, e o envolvimento com as letras só aumentou com o passar dos anos. Escreve o que pensa, o que vê e o que sente. Descreve através desta página a maneira singular com a qual vê o mundo, sua proposta é justamente expor tal universo particular, ou melhor, seu "reino". E como em todo conto infantil os reis são a autoridade máxima, a autora brinca: " Um dia, fui rei!". Rei de suas ideias, aspirações, e do colorido único que só sua imaginação tem.

0 comentários:

Postar um comentário