Meu verão

by 11:59 0 comentários
Sem querer desprezar o inverno,
Mas melhor que o meu verão nada é,
Ele é quente,feliz e terno,
Com direito a praia,um belo mar e picolé.
Quando a manhã se finda
Vai com ela muitos sorrisos meus,
Porém ,sobram-me bastantes,ainda.
O verdejar do coqueiro
Me faz sonhar o dia inteiro
E quando olho aquele mar,
Rezo,suplicando para o dia não acabar.
O deleite do meu verão constante e tamanho
Faz meu olhar brilhar,castanho.
Ah,como aquela cidade praiana traz-me boas lembranças!
Lá fiz muitos castelos de areia quando criança.
Ah,o som daquele mar,
Misteriosamente sereno faz-me flutuar.
No verão sou feliz,ele é meu terreno,
Revitaliza minha alma e afasta qualquer veneno.
Meu verão não é verão,apenas,
Nele,crio asas,serenas
E voo para o mais longe que se possa imaginar.
Ah,como é bom poder voar!


Natália Monte

Developer

A paixão pela escrita sempre foi característica de Natália Monte: alagoana de gênio forte, começou a escrever quando criança, e o envolvimento com as letras só aumentou com o passar dos anos. Escreve o que pensa, o que vê e o que sente. Descreve através desta página a maneira singular com a qual vê o mundo, sua proposta é justamente expor tal universo particular, ou melhor, seu "reino". E como em todo conto infantil os reis são a autoridade máxima, a autora brinca: " Um dia, fui rei!". Rei de suas ideias, aspirações, e do colorido único que só sua imaginação tem.

0 comentários:

Postar um comentário