Uma lágrima? Um pesar.

by 00:33 1 comentários
Quanto vale um pranto?
Por que chorar tanto?
Vez que impera o amar
Uma lágrima? Um pesar.

Choro por precaução,
Choro por emoção
Choro minhas dores
Choro meus amores.

Aos insensíveis, lamento
Vez que a lágrima
Expressa o que há dentro
De todo coração.

Choro por carinho,
Choro em sozinho
Choro lástimas
Choro estática.

Choro pois sincera sou
E tristezas não hei de guardar,
Choro pelo que restou
De todo nosso caminhar.


Natália Monte

Developer

A paixão pela escrita sempre foi característica de Natália Monte: alagoana de gênio forte, começou a escrever quando criança, e o envolvimento com as letras só aumentou com o passar dos anos. Escreve o que pensa, o que vê e o que sente. Descreve através desta página a maneira singular com a qual vê o mundo, sua proposta é justamente expor tal universo particular, ou melhor, seu "reino". E como em todo conto infantil os reis são a autoridade máxima, a autora brinca: " Um dia, fui rei!". Rei de suas ideias, aspirações, e do colorido único que só sua imaginação tem.

Um comentário:

  1. No fim, a gente abre as veias da vida... Porque o que a gente vive de real, é o sentimento... Os olhos, os ouvidos, até o mais sútil dos toques, enganam... os sentimentos, não!

    Parabéns moça! Muito bom texto!

    ResponderExcluir