Dos causos impossíveis

by 17:01 0 comentários


Eu já não escrevo nada que preste.
Não sei se é a idade,
Ou se são as mágoas que, tantas,
Bloqueiam-me o raciocínio.

Talvez eu já tenha passado da fase
Sentimental-mor, 2° geração...
As pombas já estão voltando,
E minha bagagem segue crescendo.

Eu vi o mundo,
E me alegrei, e me frustrei.
Sei que cada lugar tem seu crème brûlée
E suas mazelas.

Hoje sou um mix de pessimismo
Junto a uma boa dose de esperança.
Às vezes, a realidade parece confusa,
Mas apenas dou graças a Deus
Por me permitir estar aqui e poder ver.

Sou grata a Deus, sim, 
Ao Deus que vive dentro de mim -
Ele ri. 

Natália Monte

Developer

A paixão pela escrita sempre foi característica de Natália Monte: alagoana de gênio forte, começou a escrever quando criança, e o envolvimento com as letras só aumentou com o passar dos anos. Escreve o que pensa, o que vê e o que sente. Descreve através desta página a maneira singular com a qual vê o mundo, sua proposta é justamente expor tal universo particular, ou melhor, seu "reino". E como em todo conto infantil os reis são a autoridade máxima, a autora brinca: " Um dia, fui rei!". Rei de suas ideias, aspirações, e do colorido único que só sua imaginação tem.

0 comentários:

Postar um comentário